11 a 14 de Fevereiro - Globalização // EducaçãoLibertária // EmpregosClimáticos

Quinta 11 de Fevereiro, 21:30h  

Nas Quintas de Fevereiro...
expomos o quotidiano da globalização,
sempre pelas 21:30 com ENTRADA LIVRE
Mondovino
(
Jonathan Nossiter / 2004 / 135m)
Mondovino - Um documentário sobre o impacto da globalização nas diferentes regiões de vinho em todo o mundo.
 Sexta 12 de Fevereiro, 21:00h 
  
“Diálogos lusófonos transatlânticos sobre educação libertária”

 
Se não respirarmos umas nas outras não pode haver jardim (Rumi)

O campo da educação é uma área dinâmica em que teoria e práticas são sempre assuntos prementes que vivem dos diálogos. Este mês de Fevereiro, aproveitamos a passagem por esta Finisterra do companheiro Paulo Marques, Professor da Faculdade de Educação/UFPel, integrante do Grupo Estudos Educação Libertária-Pelotas e coordenador do Grupo de Pesquisa Memória, Teoria e Prática de Educação Libertária do Rio Grande do Sul, para semearmos um "jardim"
 
 Sábado 13 de Fevereiro, 21:00h 
 
DEBATE
“Depois da COP-21:
Campanha pelos Empregos Climáticos”.

 
O acordo de Paris, fechado em mais uma cimeira das Nações Unidas sobre o clima, pouco representa no combate concreto às alterações climáticas e à injustiça ambiental. Entretanto, o planeta continua a aquecer e nós temos que parar as alterações climáticas. Temos que o fazer rapidamente!
Na mitigação das alterações climáticas, e na adaptação dos territórios às alterações climáticas, o emprego útil e de qualidade não existe no nosso país, tal como não existe na maior parte dos restantes países. Numa perspectiva “para além da COP-21” e focada em soluções de base, decidimos tomar como estratégia a médio-longo prazo uma campanha de Empregos Climáticos.

Neste debate, ouviremos as percepções e experiências de activistas, que estiveram durante a cimeira em Paris, a participar nos workshops, debates, assembleias e acções de protesto. Para além disso, vamos debater sobre  relações entre emprego, precariedade e alterações climáticas. Por fim, apresentaremos a campanha de Empregos Climáticos que está a ser desenvolvida em Portugal.

Debate organizado por:
CLIMÁXIMO (Lisboa)
Coletivo clima (Porto)

Novidades da ignota editora

À nossa Livraria chegaram...  
as novidades da ignota editora.

“A Arte e a Morte" de Antonin Artaud, ignota/Sr. Teste 2016
tradução de Aníbal Fernandes e capa de Débora Figueiredo
Nº 3 da colecção Sr. Teste

Esta pintura como um mundo em carne viva, mundo nu, cheio de filamentos e loros, onde a irritante força de um fogo dilacera o firmamento interior, o despedaçar da inteligência, onde a expansão das forças originais, onde os estados que nem nomear se podem aparecem com a expressão mais pura, a menos suspeita de alianças verdadeiras.
É a sulfurosa vida da consciência que sobe até ao dia com a sua luz mortiça e as suas estrelas, os seus covis, o seu firmamento,
com a vivacidade de um desejo puro,
com a sua chamada a uma morte constante, perto da membrana da ressurreição.
A Arte e a Morte" de Antonin Artaud, ignota/Sr. Teste 2016
tradução de Aníbal Fernandes e capa de Débora Figueiredo

04 a 07 de Fevereiro - Globalização // AbracaDada// AnaHatherly // Cabaré

  Quinta 04 de Fevereiro, 21:30h  

Nas Quintas de Fevereiro...
expomos o quotidiano da globalização,
sempre pelas 21:30 com ENTRADA LIVRE
It's a Free World
(Ken Loach / 2007 / 96m)
Mundo Livre - Duas mulheres, Angie e Rose, montam uma agência de empregos na Inglaterra para imigrantes vindos do leste europeu desesperados em arrumar trabalho, um negócio que lhes parece lucrativo.
 Sexta 05 de Fevereiro, 21:30h 
 
No centenário do Cabaret Voltaire 
NUno Pinto regressa com 2 PERFORMANCES SIMULTÂNEAS:
VOLTAIRE OU A MÁQUINA DE PROTEU 
seguido de ABRACADADA
.
 Sábado 06 de Fevereiro, 17:30h  
 
Leituras no Gato Vadio

Rui Manuel Amaral prossegue o 5º ciclo das Leituras e convidaJúlia Ferreira para lerem "Tisanas" de Ana Hatherly
.

 
A imagem da leitura é da autoria de Luís Nobre,
dos fantásticos 
Lina E Nando.
 Domingo 07 de Fevereiro, 18:00h  

CABARÉ IMPREVISÍVEL #3
O Não-Casamento de Dois Alter-Egos: Fàbula Pyar e Borts Minorts
Depois das edições de 2013, “Queijo e Marmelada” e “Cabaré Tropical”,
Rita Braga regressa com uma matinée de performances surrealistas 
onde tudo é possível acontecer.
Este cabaré será em simultâneo a celebração de um casamento simbólico ritualista, real e paradoxal, da nova religião que acaba de nascer:
Catolicismo NO-WAVE.
Todos os presentes irão ter um papel a cumprir, não existindo passividade nesta cápsula de espaço-tempo. Será que Borts Minorts é deste planeta? Que língua fala? Será que o Cupido vai acertar no alvo? E quem é a Fàbula Pyar? A não perder.
Este evento será também o nascimento da SOL 69, a nova produtora e editora de projetos musicais que encaixam em todo o lado e em lado nenhum.